ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

domingo, 31 de julho de 2016

HAPPY - PARREL WILLIAMS


Sempre tem uma música que marca as diferentes fases da vida da gente. Se eu tivesse que escolher uma trilha sonora da minha vida NESTE momento, seria essa.

MUITO FELIZ... COM VONTADE DE ABRAÇAR O MUNDO INTEIRO!

4 comentários:

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Carlos.
Que bom!
Amo essa música, a mensagem que a letra passa!
Amo tanto que, no meu blog tem um poema intitulado "Felicidade Não Tem Tribo".
Coloquei como vídeo esta música.
O toque do meu celular também é esta música, amoooooo!
Procure no meu blog.
Estar feliz e preservar esse estado de espírito na maioria das vezes,eé tudo de maravilhoso!
Seja sempre feliz, querido.

Cidália Ferreira disse...

Bom dia Carlos.
E que bonita é. :)

Beijo e uma excelente semana.

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

o mar e a brisa do prazer de aprender disse...

Ser feliz hoje e sempre. Musica para levar sempre em todos os momentos. ÒTIMA escolha. O embalo dela faz você quer dançar, correr, pedalar, enfim... viver intensamente cada momento.

Toninho disse...

Uma bela tradução Carlim.
Sejamos felizes como profissão de fé.
Abraços