ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

UM SONHO QUASE ENGRAÇADO




Não sei dizer se esse foi um sonho engraçado, até porque vou adiantar, o final foi meio frustrante, mas o “durante” foi incrível. O programa era o Domingão do Faustão, era fim de ano, lá pelo dia 15 de dezembro, e havia um grande concurso nacional para escolher o melhor livro do ano. Estava tudo tão nítido, tão forte, as moças do palco dançando, a plateia colorida, os artistas como jurados, o Faustão falando sem parar, e eu estava entre os cinco finalistas do concurso. Faustão falou com cada um pedindo que se apresentasse, que falasse de si, de sua obra, os planos e tal, eu estava entre emocionado e tímido, mas cheio de vontade,  afinal era minha oportunidade de falar ao Brasil, falei umas coisas que nem sei mais, mas lembro que o Faustão gostou... e o melhor, a plateia quase toda torcendo por mim. No final, quando ele anunciou, desse jeitinho: “ Atenção, galera! E agora vamos conhecer o grande vencedor do CONCURSO NACIONAL DE LIVROS DE 2015”, foi aí que eu acordei. Sabe aqueles sonhos que a gente fecha os olhos rapidinho para ver se o sonho volta? Eu fiz, mas não adiantou rs rs. Foi frustrante acordar. Nem sei se eu seria o vencedor no sonho, não foi essa a maior frustração, e sim, ver que um concurso nacional de literatura na tevê, só mesmo em sonhos. O estranho é que antes de sonhar nessa noite, eu já havia vislumbrando essa cena, porém com final feliz, é um desejo meu, acho que de tanto desejar, acabei sonhando com a cena quase idêntica. Acho que nunca vai acontecer. Mas nem culpo somente as emissoras, culpo também as pessoas, pois é bem capaz de se fazer um concurso desses em rede nacional, e não dar audiência, porque as pessoas gostam de sexo, de porrada, de futilidades. E vivem reclamando da violência nas ruas, que as relações não são mais as mesmas, que não há mais amor,  amizade, que não há mais cavalheirismo e gentilezas, que estão deprimidas. Reclamam de tudo isso, mas não cuidam para que não aconteçam. Essas coisas são cultuadas todos os dias na tevê.
Depois de fazer minha oração matinal de costume, lembrei-me de novo da frustração do sonho não terminado, e sentado em minha cama, chorei um pouquinho, mas não me permiti ficar triste, isso é normal, tenho muitos sonhos de olhos abertos a cumprir... tenho andado assim, meio emotivo, nos últimos quarenta e poucos anos.
Eu e meus sonhos. Quem vai parar?

5 comentários:

Ivone disse...

Meu amigo Carlos, li com atenção, nossa, até imagino como foi, sei como são esses sonhos que quando acordamos continuamos com os olhos fechados para ver se voltam, se continuam!
Acontece muito comigo, sempre sonho com muita clareza dos lugares em que estou e com pessoas que amo e que estão "no astral", quando acordo fico mesmo com os olhos fechados, esperando continuar...
Ah meu amigo, andas ansioso com o lançamento do seu livro, é assim mesmo, pois livro é como um "filho", queremos que todos o ame assim como o amamos...
Desejo todo o sucesso que mereces!
Abraços apertados!

✿ chica disse...

Estranha essa sensação de querer voltar ao sonho de tão bom que estava. Pena ,acordaste! Lindo te ler! abração,chica

Ana Bailune disse...

Gostaria que seu sonho se realizasse.

Arione Torres disse...

Oi amigo Carlos, lindo post!
Pena que acordamos na melhor parte do sonho, né!
Tenha um excelente final de semana, abraços!!

Dorli disse...

Oi Carlos.
Um sonho lindo, mas era irreal e aí você chorou.
Vamos sonhar o plausível de olhos abertos, batalhar até nossas forças se exaurirem, pois de tanto sonhar e batalhar Ele se cansará e nos dará a vitória.
Sonhos são sonhos e eu que já sonhei em 3 capítulos: foi lindo, não via a hora de dormir para sonhar e no quarto dia fui até dormir mais cedo e o sonho não veio.A tristeza fez morada. Assim é a vida, as oportunidades aparecem, então, que corramos atrás sem dar tréguas para o cansaço.
Muita sorte
Beijos
Lua Singular