ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

quarta-feira, 28 de maio de 2014

RECITANDO - OLHOS DE SIMPLICIDADE

OLHOS  DE SIMPLICIDADE
Com uma simples chama acesa
eu derroto sua escuridão.
E não adianta me trancar em labirintos e segredos, porque gosto deles,
exercitam minha mente, a mesmice me corroi.
Não trato medos e mistérios como assuntos sérios.
Dou risadas quando doi.
Cada vez que alguém me impôs limites, gostei;
fiquei sabendo do que sou capaz.
No que imaginava, fui muito mais além.
Que importa se o sol vai embora?
É tão lindo o horizonte de um sol poente
mas amo a lua também.
Deito e amanheço naturalmente.
Amo todas as coisas...
que se movem, que falam, que exalam.
Amo até as pedras,
sejam as rochas duras da natureza,
ou mesmo pessoas que se vestem de pedras,
 privando-nos de sua beleza.
Eu tenho o olho que tudo vê... o olho da simplicidade
A sua escuridão não vence minha clareza
Com um simples sorriso ultrapasso suas barreiras...
do som, do silêncio... e da sua dureza.
Porque eu sou LUZ... nada vai me impedir de ser LUZ!

11 comentários:

LUCONI MARCIA MARIA disse...

Carlos lindo isto, sim quando temos a consciência em paz, somos luz, quando abrimos o coração para todo irmão, somos luz, quando de humildade nos revestimos não porque assim queremos, mas porque a vestimenta é natural nossa, somos luz, sim meu amigo és luz e ilumina há muitos obrigada, abraços Luconi

Cidália Ferreira disse...

Bom dia Carlos Soares.

O Poema é lindíssimo, mas com a tua voz, ficou ainda melhor.

Palavras muito verdadeiras!! AMEI.

Beijinho e um dia Feliz

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

✿ chica disse...

Que lindo,Carlos! E esse olhar que percebe a simplicidade é o melhor de todos! abraços,chica

Arione Torres disse...

Oi amigo, gostei do post, muito bom!
Tenha uma ótima semana, abraços!

Rô... disse...

oi Carlos,

muito lindo...
também amo todas as coisas,
e isso me faz melhor e muito mais feliz...
a sensibilidade está em ver a beleza no que é simples...

beijinhos

Marisa Giglio disse...

Carlos , adorei o poema . O começo da sabedoria está nas coisas simples . Obrigada pela partilha . Beijos e ótimo final de semana .

Marli Soares Borges disse...

Lindo Carlos!
Aguçar mossas percepções. Eis o segredo!
Bj
Marli
Blog da Marli

ॐ Shirley ॐ disse...

Palavras sinceras e sensíveis, próprias de quem sabe ver com o olho da mente.
Gostei muito, Carlos.
Beijo!

* Edméia * disse...


*Querido amiguinho Carlos !!!

Lindo poema !!!

*Carlos, amo as pedras ! Tenho

algumas muito bonitas aqui em

casa !!!

*Menino, desejo-te um mês de

Junho luminoso !!!

*Fiques com Deus.

*Um abraço.

Anne Lieri disse...

Carlos, muito linda poesia de amor e o amor sempre ilumina,com certeza! bjs e boa semana,

Nina Filipe disse...

Olá meu lindo passarinho, passarinho colorido, mais lindo que um pequenino beija-flor.
Escutar sua voz é maravilhoso para quem te gosta tanto, ler já era bom... mas escutar da sua boca suas palavras, que magnífico adorei mesmo.
Querido te desejo tudo de bom, e, que sua luz resplandeça por todo o Planeta e consiga chegar um pouquinho dela até mim.
Beijinhos doces porque luz tu já tem muita.