ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

sábado, 17 de maio de 2014

RECITANDO -- EU TENHO UM " Q "

video

Eu tenho um Q de quase tudo... e de quase nada.
Um Q de emoção e de razão... mesmo sem razão.
Eu tenho um Q de despedida e de chegada.
Um Q de querido... um Q de esquecido.
Um Q de gênio, um Q de burro e um Q de louco.
Um Q de quero muito onde não tem nada,
um Q de quero pouco onde tem tudo,
porque eu sou assim...
a própria contradição nessa vida virada
que tem um Q de abstrata e concreta.
Tenho um Q de sim e um Q de não.
Tenho um Q de quase feliz e um Q de chorão.
Tenho um Q de poeta
e um Q de aprendiz,
mas é essa dúvida que me alimenta, me incrementa,
por isso, não abro mão
dessa rebeldia que me faz um rapaz incomum,
e que simboliza a poesia que em mim se deu.
Eu tenho vários Q’s que se resumem em apenas um...
Um Q... de quem sou eu?

20 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Bom dia Carlos

Lindo o teu poetar... adorei ler.


Beijo, bom fim de semana.

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Reflexo d'Alma Fase 2014 disse...

Bom dia Carlos.
Constato contente que a gente deixa de se falar, mas não deixa de se ler.
Respondo a seu questionamento de
sua poesia: Você é de quem?
Você é primeiro de você mesmo.
Depois você é do mundo, como poeta
é assim que nós entendo:do mundo.
Então em terceiro lugar você é de
quem escolher amar.
Por ultimo você é de todo mundo e não é de ninguém se não for seu primeiro.
Enfatizei o (você) por ser o sujeito da oração, como diz meu mestre,sem o sujeito a frase fica
sem sentido.
Bjins e te espero no meu projeto novo
de blog.
CatiahoAlc/RefelxodAlma

ॐ Shirley ॐ disse...

OI Carlos, o seu poema me fez descobrir, que também eu tenho um Q e dos grandes, um Q de tudo, rs.
Bastante original, adorei.
Beijos!

Dorli disse...

Oi poeta,

Lindos Qs que você tem, todos temos um pouquinho de cada um;mas o que conheço aqui é um excelente Q de poeta.

"Você leu a carta escrita no ano 2070( crónicas de los Tiempos), eu tenho uma cópia em casa, mas no google acha fácil".
Beijos
Lua Singular

Anne Lieri disse...

Que bonito,Carlos! Adorei sua declamação e no final todos estamos nessa busca por nos descobrir! bjs e bom fim de semana,

Marisa Giglio disse...

Pois é , Carlos . Temos todos muitos Qs . Penso que é onde reside nossa marca . E são muitas e contraditórias , o que nos faz especiais . Adorei seu texto . Beijos e obrigada pela carinhosa visita ao meu espaço .

Nyce Pinto. disse...

Adorei! Lindo! Temos um "Q" de quase tudo...realmente! Hoje eu tenho mais um "Q"! Um "Q" de saudade, nem sei bem de "Q"... Feliz final de semana! Abraço...

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu querido Carlos

Gostei de te ouvir a declamar. Eu não tenho jeito, mas tu adorei.

Um beijinho com carinho e saudades
Sonhadora

Zilani Célia disse...

OI CARLOS!
E NÃO É "Q" UE FICOU BONITO!
UMA BELA POESIA QUE RECITASTE MUITO BEM.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Marilene Domingues disse...

Olá Menino Beija-Flor, boa noite!
Cá estou para conhecer esse seu recanto poético, já não era sem tempo não é mesmo? Amei ver você declamar o poema do "Q".Parabéns ficou lindo! Tenho afinal, também uns "Qs" que não quero perder por nada, porque com os "Qs" me faço inteira.
Deixo o convite e sera um grande prazer ter você lá no meu recanto.
Beijos com carinho
Marilene
Marilene Folhas Flores e Sutilezas

Nelma Ladeira disse...

Lindo Q de um grande poeta!
Amei,boa noite beijinhos.

Só pra você disse...

Com certeza essa estrada não é fácil, mas é linda, não é mesmo? Amei tanto te ver no meu blog e é sempre uma honra receber ilustres amigos poetas, amo demais e aprendo demais com você. Obrigada meu amor e volte sempre.

Bjs e uma ótima semana.

Auxiliadora RS

Vera Lúcia disse...


Bacana, Carlos.
Creio que todos somos meio 'Q' indefinidos e passamos a vida tentando nos descobrir.

Não consegui ouvi-lo recitando, pois o vídeo ficou mudo por aqui.

Ótimos dias.

Abraço.

Louraini Christmann - Lola disse...

Eu também tenho uma multidão de
Qs me colocando uma multidão de perguntas.... e me dando uma multidão de respostas...
Adorei teus Qs.
Um abraço.

Sueli disse...

Quem sou eu... A eterna e maior dúvida. Acho que o grande segredo da vida está na resposta a essa pergunta... né, não?

ValeriaC disse...

Nossa Carlinhos esse seu poema é superrrr... gosto de te ouvir recitando, tem uma voz bonita, põe sentimento... eu vi o vídeo no FB e coloquei pra rodar e meu marido ouviu quando começou e perguntou, o que era? Dai eu disse que era meu amigo Carlos recitando rsrsrs você sabe que adoro seu talento e sua espontaneidade, né? Beijo
Valéria

Lorena Lima disse...

Amei!!! E o que seria de nós sem os "Qs" que a vida vai nos proporcionando? Um forte abraço, Lorena Lima

O tempo das maçãs disse...

Ficou lindo, Carlos.Adoro poesia declamada... Temos um pouco de tudo em nós.Ninguém é bom em tudo o tempo todo e nem ruim.

Adorei passar por aqui, querido.

Beijinho.

Zéia disse...

Depois de tanto tempo... muito tempo mesmo... No de repente... Vim ler você. O mesmo querido poeta. Valeu!!! Um abraço. Seja feliz.

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Carlos. Eu já havia comentado e lido este poema no face, muito bom por sinal.
Todos nós temos esse "Q", e o interessante é que ele é bem versátil e você o poetizou extremamente bem.
Parabéns! Gostei também muito de te ver e ouvir recitar!
Tenha um abençoado fim de semana.
Beijos na alma.