ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

sábado, 28 de setembro de 2013

TRANS_ FORMA_ AÇÃO



 

Trans... forma... ação!
É assim que essa palavra eu leio
não existem o início, o fim e o meio
se entre eles não houver junção.
Tudo se move nesse planeta...
O botão vira flor,
do casulo voa a borboleta
a dor do parto gera amor.
Tem dia que faz sol,
tem dia que o céu chora.
O mundo dorme em escuridão
e acorda em aurora,
e no outro dia, tudo se refaz
Num folha branca nasce uma poesia.
Nada se perde, nada se cria, tudo se faz
dita a natureza uma velha norma.
Só o homem não se transforma...
Mas na minha cabeça de sonhador
quem sabe um dia
reina a harmonia...
e o ódio vira amor ?

5 comentários:

Nádia Santos disse...

Um dia o amor reinará absoluto.... sou uma eterna otimista. Linda inspiração poeta. Bjinhos

Severa Cabral(escritora) disse...

BOA NOITE MEU MENINO BEIJA-FLOR !
ESCRITO DOCE E SUAVE TRANSFORMANDO OS MOMENTOS QUE PERDURAM EM SONHO ...
BJSSSSSSSSSSS

Dorli disse...

Oi Carlos,
O ódio vira amor?
O meu ódio não vira amor, porque não odeio nada, nem ninguém. Nesse momento estou amando sua linda poesia
Beijos
Lua Singular

Orvalho do Céu disse...

Olá, amigo Carlos
Fico daqui imaginando um botão virar flor... é lindo e transforma mesmo toda a ação...
Bjs fraternos de paz e bem

Nina Filipe disse...

Meu querido amigo, não nos vimos tanto como gostaria mas, ultimamente tenho andado mais enrrolada que novelo de lâ em boca de gato, o meu amigo aqui presente tem-me tirado do sério, eu atribu-o isto ao google mais. Mas não sei se estou a ser injusta, mas o que é certo é que desde que disse que não queria fazer parte deles tudo isto aconteceu. Fiquei a ver o blogue mas entrar lá dentro nada, diziam que tinha que fazer de novo... eu ia pirando dos pirolitos e, ainda hoje ando às voltas com ele mas tive de aceitar o mais.
Bem meu querido, eu venho para comentar esta tão linda poesia, escrita com todas as palavras quase diria vindas do céu, com toda a minha franquesa está um amor. Meu menino lindo tenha uma linda semana pela frente e que essa inspiração nunca seque como a fonte do amor, beijinhos de luz e paz.