ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

quinta-feira, 2 de abril de 2009

CONTEMPLANDO HORIZONTES


Mostre-me o horizonte,
mas não me impeça de voar.
Pra quê um céu tão lindo se for só para olhar?
Mostre-me a estrada,
mas não queira me dizer onde termina ou começa.
Se a estrada é comprida e estreita, eu tenho pressa, é o que me resta.
Se a viagem não for perfeita
ainda assim farei dela uma festa.
Só cale minha boca se for com um beijo... porque tudo em mim é desejo.
Dê-me dois desenhos do mundo
um colorido e outro por colorir
que eu ficarei com o segundo
para pintar conforme meu juízo.
Dê-me lápis e papel que lhe mostrarei o meu céu.
Borracha não preciso,
não tenho nada que deseje apagar.
Se escrevi linhas tortas foi assim que cheguei
como um rio sinuoso que busca o mar.
Não me cobre exatidão... porque tudo em mim é emoção.
Minha poesia não é uma ciência,
é resistência,
escudo contra os dragões desse mundo de terror
é meu jeito de ir pra guerra,
é meu jeito de falar de amor.

15 comentários:

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Carlos,

Suas palavras realmente encantam.

Parabéns!

Rebeca

-

O mar me encanta completamente... disse...

E você fala de amor de forma concisa e com rara beleza poética,Carlos.
Deleito-me em suas palavras.
Que a brisa do mar, o cheiro de maresia encha sua noite de encanto.

Meu carinho!

Salamandra disse...

É seu jeito de falar de amor!!!
e falou muito bem.

Um bom fim de semana, da amiga
Salamandra

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

"Pra quê um céu tão lindo se for só para olhar?"

Por isso sempre saio de órbita e pego carona na cauda de um cometa.

=]

Maravilhosa sexta

Rebeca

-

(Carlos Soares) disse...

E essas belezas ainda intocadas, serão tocadas com muito amor.Farei de tudo para merecê-las

Sonia Schmorantz disse...

Perfeito...dê-me as ferramentas e eu construirei a vida que quero ter, e não a vida que querem para mim...
Um abraço e lindo final de semana.

LuNa... disse...

SOLA ....??
NUNCA MI MARIPOSA..

DEJO ESTOS VERSOS
PARA TI...

Aun si la lluvia, moja tu rostro inerte
Aun si el cielo nublado, no te deja ver el sol
Si tu triste corazón, desea llorar por dentro
Jamás pierdas el aliento, que sonreír es mejor

Sonríe aun si la hierba, no te deja ver las flores
Sonríe si los colores, se te suelen opacar
Aun si se crece el mar, y las olas se asen altas
Que al amanecer mañana, calmado el mar estará.

Aun cuando el viento sople, y se vuelva tempestuoso
Sonríe para que el gozo te sostenga la razón
Y en tu noble corazón, habrá un motivo precioso
Pues dios en su amor hermoso fue quien te hizo y formo

Sonríe que la sonrisa
Ahuyenta el dolor de alma, y nos devuelve la calma
para el camino seguir
Sonríe que sonreír
Es el don más apreciado, para un corazón golpeado
Que necesita vivir.
Sonríe que después de la tormenta siempre sale el arco iris.

NUNCA DEJES DE SONREIR


FELIZ FIN DE SEMANA
UN BESO INMENSO DESDE MI LUNITA

LuNa

Izinha disse...

Carlos, divino sentir...adorei te ler e me encanta tuas palavras, vc tem um jeitinho muito especial de mostrar os sentimentos...admiro vc.

obrigada por ter vindo comemorar comigo.

grande beijo e ótimo fds prá vc!

(Carlos Soares) disse...

Izinha. obrigado.Estou amando esse mundo chamado blog porque conheci pessoas como você. Bom fds também

lili laranjo disse...

gostei de passar por aqui...

Apetece-me


Apetece-me escrever
Dizer muita, muita coisa
Disparates talvez...
Mas mesmo assim...
Vou escrevendo o que penso
Vou escrever o que quero
E talvez até o disparate
Que eu possa escrever
Tenha algo de verdade...



LILI LARANJO

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

O vento soprou
Tão doce e sereno
Tocou-me ao de leve
Girou sentimentos
Dormentes, silentes
Que em vôo rasante
Tocaram o chão.
O fundo da alma
fez-se de cor de ouro
Castanho ou laranja
Deu frutos já secos
De um doce amargo
Surgiu o Outono
No meu coração.
(Lique, 2004)

Uma boa semana, plena de amor e carinho
Eduardo Poisl

Sonia Schmorantz disse...

Um belo jeito de sair às guerras do cotidiano também...
Um abraço e boa semana

(Carlos Soares) disse...

Lili. Não há disparates. Há divergências,posições, opiniões e respeitamos todas. Venha aqui quando qiser e solte o verbo,será bem recebida sempre.

Parapeito disse...

...o céu está em cima das nossas cabeças...para olharmos para o alto...depois cada um de nós...voa como pode...

Que possa sempre encher os seus olhos e o seu coração com novos horizontes :)

Everaldo Farias disse...

Carlos,

Em primeiro lugar quero agradecer a visita e seus comentário feitos em meu blog, essa semana. Realmente, a mídia é cruel com grandes artistas que exalam cultura, e é nesse momento que podemos agradecer por termos conhecimento deles, embora as gerações futuras, talvez não os conheçam, o que é uma pena!

Amigo, suas poesias são lindíssimas e, essa em especial foi fascinante! Estamos sempre em busca de novos horizontes e quando o percebemos em paisagens, nada paga esse momento!

Amigo, uma abençoada Páscoa para você e para todos que o apreciam! Venha sim um dia conhecer Limoeiro, ela está no coração do agreste, é fácil saber!

Blog Música do Brasil
www.everaldofarias.blogspot.com

Um forte abraço a todos!