ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

POR VOCÊ

Se eu cantar e desafinar
não ria de mim.
Ainda que eu não lhe encante como cantor,
sou afinado no amor.
Se eu fizer uma poesia difícil de ler
sem uma rima sequer,
não se chateie,
a frase mais linda fala de mim e você.
Se eu andar por aí
não se preocupe,nada a temer,
fui buscar flores pra você.
Se eu chorar,não chore,
sou só um menino querendo colo.
Se eu sorrir,sorria também
a felicidade só é real quando se divide com alguém.
Se eu falar será exaltando você,
mas se eu ficar mudo,não estranhe.
Assanhe,me arranhe,
estou pensando num jeito de amar você.

2 comentários:

Círculo Literário disse...

Linda poesia!!!Tocante, emocionante esses versos!!
"A Vida é um Combate que aos fracos abate e aos fortes conduz..."

Mariana disse...

Qdo o canto é de amor nunca soa desafinado.
Beijos, beijos e mais beijos