ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

sábado, 22 de junho de 2019

MINHA VIDA É UM SACO... DE POESIAS!



Um dia o menino juntou todos os seus sonhos, colocou tudo num saco, e saiu por aí. Carregava aquele saco por onde ia, por todo o tempo, jamais era visto sem ele. Almoçava com ele, brincava com ele, dormia com ele. Sol, chuva, vento, alegria, tristeza, nada, nada os fazia se desprenderem um do outro, parecia que já era uma necessidade, quase dois em um de tão unidos em si. Carregou-o pela infância, pela adolescência, pela juventude, até chegar a velhice. Sempre que o perguntavam ao longo da vida se não era um fardo muito pesado, ele respondia: “Não é pesado. Esse caso carrega meus sonhos, e os meus sonhos são muito suaves, não há mal que possam me fazer”. Até que alguém perguntou: “Mas ele está sempre cheio, nunca se esvazia, então quer dizer que não realizou os seus sonhos?”. Ele respondeu: “Realizei muitos! Mas meus sonhos vêm de uma fonte inesgotável, não cessam nunca, quanto mais eu realizo, mais eu sonho. São como o ar que respiro, como a água que eu bebo, são alimentos para mim. Triste eu ficaria se esse saco se esvaziasse um dia. O vazio sim, é um fardo muito pesado!”. E assim, ele foi chamado de poeta! Essa é a história de uma poesia sem fim...
=
( imagem google )

13 comentários:

lua singular disse...

Oi Carlos,
Como é bom sonhar
O saco enche e esvazia dependendo das circunstâncias.Estou arrastando meu saco, pois estou doente e só durmo e é dormindo que tenho as minhas inspirações.
A vida é assim Queir Deus que 99% das pessoa tivessem tantas felicidades que conquistei e agora um homem que cuida de mim, meu segundo marido, pois segundo morreu.
Obrigada por vir
Beijos
Lua Singular

chica disse...

Muito lindo e que bom que seja um saco de POESIAS! Vale muito! abração,chica

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Bom dia Carlos.
Sonhos que jamais se acabam,assim são as inspirações que chegam em poemas ou poesias.
Cada vez mais elas desejam que nossas mãos não esqueçam que elas existam.
Adorei ler.
Bjs e obrigada pela visita.
Carmen Lúcia.

© Piedade Araújo Sol disse...

Carlos

que seria de nós sem os sonhos!
os nossos, os que nos levam a sonhar as poesias que escrevemos.
gostei muito
beijinhos

:)

Toninho disse...

Perfeito uma bela tradução de sua pessoa e sua trajetória nos encantando e espalhando frutos deste saco pelo mundo que fica mais bonito.
Um mundo de poesias para um povo sofrido e que sabe se encantar.
Eu tenho comigo um embornal que vou tirando minhas lembranças para alimentar meus sonhos pela vida.
Uma feliz noite de São João e feliz semana de paz e poesia.
Meu terno abraço amigo.

Diná Fernandes de Oliveira Souza Souza2 disse...

Que maravilha de texto, sonhar é bom e necessário, e alimentar os sonhos poéticos e uma dadiva de Deus ao poeta.
Votos deuma feliz noite amigo!

Bjs no cração!

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Carlos. Muito lindo.
Viver sem poesia, como diz Djavan, em sua música, é viver "Faltando um Pedaço".
Parabéns.
Beijos na alma.

Arte & Emoções disse...

Lindo e muito criativo Carlos. Parabéns!

Abraços e uma ótima semana para ti e para os teus.

Furtado

Arte & Emoções disse...

Lindo e muito criativo Carlos. Parabéns!

Abraços e uma ótima semana para ti e para os teus.

Furtado

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Bom dia,Carlos,
que texto bonito, cheio de sonhos, poesias e alegrias.
Penso que a medida que o saco se esvazia, logo se enche de novas poesias e sonhos.
Belíssimas palavras que nos levam à reflexão. Abraços!

Marisa Giglio disse...

Carlos , a poesia contida num saco de sonhos a vida toda ! Que lindo texto . Obrigada por compartilhar tanta leveza . Beijos

Lindalva disse...

Olá meu querido menino que voa, voa, voa. Sonhar alimenta a alma, refresca o espírito. Passando para viver a saudade. Beijinhos ♥ https://sereia-lindalva.blogspot.com

Roselia Bezerra disse...

Bom dia de Domingo, amigo Carlos!
Um post maravilhoso e uma chamada aos inúmeros beneficios com que somos brindados diariamente pelo nosso Pai de extrema Bondade.
O saco do coração fica repleto de bênçãos de toda sorte.
Tenha uma nova semana abençoada!
Abraços fraternos de paz e bem