ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

sábado, 18 de março de 2017

RECADO AOS ESTRANGEIROS!






Dizem que por causa da carne podre e contaminada, a exportação de carnes do Brasil deve cair. Pois, mando um recado aos estrangeiros para tranquilizá-los:
=
Hello, estrangeiros! Não se preocupem, vocês não comerão carne podre ou contaminada com produtos cancerígenos, vocês receberão carnes da melhor qualidade, como já recebem o feijão, a soja, a laranja, a uva... o governo brasileiro jamais fará mal a vocês. O governo brasileiro ama vocês, o governo brasileiro menospreza apenas o povo brasileiro. Os políticos brasileiros amam tanto vocês que suas maiores fortunas estão aí... nos bancos de vocês. Durante a Copa Do Mundo e Olimpíadas vocês tiveram a maior segurança do mundo. Viram quantos policiais nas ruas? Quer prova de amor ao estrangeiro maior que essa? Quando vocês aqui estiveram nesses eventos, os postos de saúde funcionaram tão bem! As repartições públicas foram perfeitas, as ruas ficaram tão limpinhas, não faltaram ônibus, nem metrô. Relaxem, estrangeiros, o Brasil é de vocês.
=
Estou com raiva dos estrangeiros? Não, pois sei que são pessoas como eu, e não têm culpa de serem amados pelo governo brasileiro... só estou com nojo de um país que a gente dizia e brincava: 'Calma que o Brasil é nosso'. Busquei palavras para definir o que estou sentindo, e a melhor que achei foi essa: Nojo... sem trocadilho com a carne e a política podre que aqui se estabeleceu!
=
( imagem Kingoffwallpapers)

5 comentários:

✿ chica disse...

Eu gostaria de colocar quilos e quilos de carne podre na boca desses que agem assim,enganando o povo,propagandas enganosas nas TVs...Tudo mais! Que coisa feia! Os estrangeiros devem ficar apavorados e se eles fosse, nem colocaria meus pés aqui! abração,chica

Cidália Ferreira disse...

Maravilhoso texto!!!


Beijo, bom fim de semana.

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Olá Carlos,concordo plenamente com tudo que você escreveu,todos nós estamos envergonhados de ver o que esses políticos estão fazendo para a nossa nação brasileira.
Roubaram tanto,e descaradamente ainda dizem que não fazem parte de toda essa roubalheira.
Eu não acredito em mais ninguém,para mim são todos corruptos,talvez escape algum,mas temos que procurar,como agulha no palheiro.rs
Bjs,obrigada pela visita e um ótimo domingo.
Carmen Lúcia.

Toninho disse...

Pois é Carlos, como podem pensar que receberão o por de nós?
Jamais em tempo algum. Exportar é o que importa, logo somos
muito criteriosos neste quesito até maquiamos a produção para
que se apresente mais bonita aos irmãos das "estranjas".
Gostei do seu grito e assino junto.
Um bom domingo para uma semana maravilhosa.
Abraços

Filha de José disse...

Olá.

É realmente triste tudo isso que vivemos atualmente.