ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

quarta-feira, 24 de junho de 2015

TRIO FORROZÃO - ATÉ MAIS VER


Êêêê São João... é hoooooje  rs rs

4 comentários:

✿ chica disse...

Bom São Jiooão popr aí! abrs, chica

Cidália Ferreira disse...

Bom dia
Maravilhoso video. Amei :-)

Beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

POESIAS SENSUAIS E CONTOS disse...

Belíssimo blog. Um feliz dia

Edjane Cunha disse...

Eita forrozim danado de bom. Forró pé de serra, bom que só ele. "Se eu morasse aí pertinho nego, todo dia eu ia te ver..."
Um par de xero pr'ocê rs