ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

quarta-feira, 29 de abril de 2015

TARDES DE ABRIL II




( imagem floriculturatoquemagico.com - internet )
=

Tudo aquilo que se fez

que sonhou, brincou, sorriu

como se fosse a última vez,

era mesmo a última vez,

não passou de tardes de abril.

Os ventos de outono

que assoviavam um sentimento eterno

trouxeram um tempo de inverno,

hoje sussurram de abandono.

Aquela praça

aquele vinho na taça,

as flores e folhas que você viu,

já se foram,

eram só tardes de abril.

O ciclo da vida nos traz estações

brincando de princípio, meio e fim

 e assim, nos arrancam as emoções de forma vil,

não que tenha sido ruim, deveras

mas foram meras tardes de abril.

7 comentários:

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Olá Carlos,sua postagem me faz relembrar como é lindo o mês de Abril,principalmente por ser um mês de grandes realizações em meu convívio familiar,por isso digo:Que pena estar terminando as doces tardes de Abril.
Abraços.
Carmen Lúcia.

Cidália Ferreira disse...

Muito bonito o teu poema! Aqui são tardes de Primavera. lool

Beijinhos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Brisa Petala disse...

Amigo
Gostei do poema.A primavera traz a exuberância das cores e flores. Enfeitando o que antes estava cinza e internalizado. A beleza da natureza vai nos trazendo para fora, fazendo a passagem gradual de um estado de recolhimento para o que está à frente; a intensidade do verão.
Um abraço

Rô... disse...

oi Carlos,

todas as estações tem sus encantos,
estou aprendendo a gostar do outono...
e você com seu poema me despertou para as tardes de abril!!!

beijinhos

Lilly Silva disse...

Lindo poema Carlos, nesse Abril que já vai se transformando em Maio...

Beijos e beijos

http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

Ivone disse...

Lindos versos que nos dá uma dimensão do amor que finda nas lindas tardes de Abril!
Sabe, abril é um mês encantador, inspira ao amor, maio então, nossa, trará em minha vida lembranças mais que românticas, meu amado e eu faremos bodas de carbonato(44 anos), claro que postarei um poema, pois nunca deixo passar em branco as lindas comemorações em minha Vida!
Pois é amigo poeta, vamos indo por essa vida poetizando para ficar cada vez mais linda de se viver!
Amei ler seus lindos versos poéticos!
Abraços apertados!

Ana Bailune disse...

Lindas e melancólicas linhas...
Acho abril um mês bonito, plácido...
Bom feriado!