ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

segunda-feira, 21 de julho de 2014

SOBRE O TEMPO

.
Do tempo?
Pra ser sincero. Não muito espero,
ele não me espera também.
Do jeito que ele me trata, e até desacata,
eu o trato com desdém.
Mas não quero briga com ninguém,
muito menos com o tempo,
cansei de contratempos.
Eu quero é viver muito Zen!

Do tempo?
Não quero pavor, nem favor.
Nem agrado, nem agravo.
Ele que passe com seu jeito trigueiro,
eu também sou aventureiro.
Não quero ser nem dono, nem escravo,
quero ser parceiro,
mesmo que a gente não se encontre num lugar comum,
afinal o tempo é de todos...
E eu? Ora, eu sou apenas um.
Ele que passe como bem quiser,
se quiser pode até parar
dentro de sua própria razão,
mas que não espere me encontrar
do jeitinho que ele quer,
pois, no meu peito, vale o tempo do meu coração.

12 comentários:

Rô... disse...

oi Carlos,

o tempo passa para todos,
de um jeito lento e preguiçoso em alguns momentos,
e voando e muito ágil em outros tantos...

beijinhos

Dorli disse...

Oi, Carlos
Uma dor forte (há uns belos meses) fez meu tempo passar rapidinho e é por isso que não gosto do tempo, pois ele me fez perder entremeios a muitos remédios que só encurtam meu tempo.
Até então, meu tempo era um conto de fadas.
Mas, a vida é mesmo assim...só que existe um dia após o outro e após o meu tempo vou permear a mente que encurtou meu tempo.
Obrigada pelo carinho
Beijos
Lua Singular

Mari Rehermann disse...

O tempo é muito complexo, nem tento entendê-lo, apenas deixo ele passar, e sinceramente, gosto quando ele é rápido e não deixa rastros...

Tenha uma semana iluminada, querido amigo!!
Luz e muita paz!! ♥

ValeriaC disse...

Vim reler esta sua inspiração, que além de maravilhosamente bela, é de uma inteligência incrível...boa semana, Carlinhos, beijos,
Valéria

Cidália Ferreira disse...

Ai o tempo!! O tempo passa por nós, e nós passamos pelo tempo... Amei o texto.

Votos de uma excelente semana.
Beijos

Coisas de Uma Vida 172

Nádia Santos disse...

Oi Carlos, como vc mesmo disse o tempo é para todos, então cada um que faça do seu tempo o que bem quiser. O importante é não dá muito atenção pra ele. Apesar que chega uma fase da vida que, de vez em quando, dá vontade de dá uns chega pra lá nele.
Adorei e obg querido.
*Tem coisas que temos que esperar não é? Pois depende dele, o tempo. rsrsr
Um doce beijo

Louraini Christmann - Lola disse...

Bem isso mesmo.
Como esperar pelo tempo,
se ele não me espera?

Amei!

Um grande abraço.

Anne Lieri disse...

Linda poesia,Carlos! O tempo não pode esperar nos encontrar iguais,não é mesmo? Estamos sempre mudando! bjs e boa semana,

LUCONI MARCIA MARIA disse...

Olá Carlos, ontem estive aqui e não abriu os comentários de jeito nenhum, então voltei para reler esta tua obra que me encanta, eu adoro este tema, tenho poesias e também um conto chamado Diálogo com o Tempo, meu amigo o tempo é sábio, ele sabe que cada qual tem o seu tempo próprio, mas ele é eterno então não tem pressa, senão pegar carona nele agora pega de outra vez, bjos Luconi

Vera Lúcia disse...


Olá Carlos,

Muito lindo e adorei o final " ... no meu peito, vale o tempo do meu coração".

Muito obrigada pelo carinho e apoio.

Abraço.

Zilani Célia disse...

OI CARLOS!
CADA UM DE NÓS TEM O SEU PRÓPRIO TEMPO E QUE SEJA LONGO E PROMISSOR.
MUITO BONITO E INTERESSANTE TEU TEXTO.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

PAULO TAMBURRO. disse...

CARLOS,

se pudesse parar esse tempo que, o tempo escoa...

Pois, é , nenhuma chance!

Um abração carioca.