ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

quarta-feira, 13 de março de 2013

NUM BELO DIA DE 15 DE MARÇO


( imagem pinturasdaaninha.wordpress.com )

Num belo dia de 15 de março
todos se reuniram para um abraço
comemorando a chegada de um menino
diferente, meio franzino.
Já mostrava traços de um beija-flor
no seu peito multicor.
Dizem que demais passarinhos pousaram na janela
que borboletas fizeram uma aquarela
colorindo os olhos de toda a gente.
Dizem ainda as boas línguas que ocorreu algo diferente
na magia daquele dia,
que a primeira palavra do menino
não foi buááá, nem mamãe, nem papai...
foi poesia.
Estava traçado em seu destino.
A poesia nasceu com o menino.
//////////////////////////////////////////////////

Mudar sem perder a essência é tão raro quanto belo

9 comentários:

✿ chica disse...

Oba!! Niver à vista? Quase?

Desde já, PARABÉNS para esse menino que vive e respira poesia! abração, tudo de bom,chica

Wanderley Elian Lima disse...

Olá amigo
E esse menino cumpre direitinho o seu destino.
Abração

Rosa Branca disse...

que lindo!
Um abraço carinhoso

Paty Alves
Ágape Amor Verdadeiro
Patyiva
Vou Conseguir

Lis Fernandes disse...

Olá, poeta!
Simplesmente encantador!
Um menino que nasce com asas, nasce poesia...
Beijos e o meu carinho.

Maria Cristina Gama disse...

Hoje é o Dia Nacional da Poesia, por isso me lembrei de você e resolvi dar uma passadinha aqui.

Abraços

Chris

Maria da Graça Reis disse...

Parabéns!
Que o menino beija-flor continue
falando em forma de poesia

Um abraço

Anne Lieri disse...

Oi Carlos,deixei meus parabéns no Face mas deixo aqui tb!Lindo seu texto e o menino beija flor ja nasceu com poesia nos lábios!Muito lindo!Bjs e muitas felicidades!

Marilu disse...

Querido amigo,
Façamos como as árvores
nesta nova estação de outono,
que se despem das folhas
mortas.
Temos que nos despir de
todas as mágoas, tristezas,
incertezas, desamor.
Vamos abrir nosso coração
enchê-lo de amor, amizade,
solidariedade.
Quando a primavera chegar
estaremos prontos a
encher nossos jardins de
flores de esperança.
Beijokas

Orvalho do Céu disse...

Olá, Carlos
Feliz níver e seu dia duplo...
Bjs fraternos de paz e bem