ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

sexta-feira, 8 de março de 2013

A VOCÊ, MULHER...


( imagem pt.dreamstime.com )
A você...
Que alguém um dia erroneamente chamou de sexo frágil.
Que sabe ser ao mesmo tempo delicada e ágil, doce e guerreira.
Valente e sensível. Que desvenda o incompreensível.

Você que nasceu Eva, mas, rebelde em si, não parou aí.
Viveu tantas outras... esteve na guerra de Helena, nas fogueiras de Joana D’arc
no enigma de Mona Lisa... foi Maria e foi Madalena.
Você foi todas em uma. Foi uma em todas.
Ainda é mártir de todos os dias, mas tem tempo para o charme.
Você que demora a se vestir porque a beleza é que não pode esperar .
Você que faz compras demoradas... porque gosta de desfilar.
Sim, desfilar aos olhos do homem impaciente,insensível
que não percebe que todo esse aparato visual
é um presente para ele contemplar.

Você que tem curvas misteriosas,
que parecem perigosas... mas só pra quem não sabe andar.

Você que eu chamo de meu amor,
de esposa e amiga,
de mãe e de filha,de amada e amante.
Você que foi ponte para Deus enviar o Seu filho... esse foi seu maior brilho.
Você que tem a capacidade divina de transformar a dor do parto em amor.
Sua maquiagem não fere sua imagem, não é máscara.
É só um retoque no seu encanto, que nem precisa de retoque... mas você é mulher
e quer sempre mais. Tem sido sempre assim não é mulher?

A você...
Entoem cânticos, prosas e versos.
Rendam-se cantadores e poetas do universo.
As cancelas e preconceitos não foram fáceis, mulher
mas, já dizia um poeta... tudo muito fácil não tem muita graça.
Só a sua graça!!!
//////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
Atendendo ao simpático convite de Lisandra Fernandes do blog lis-inspirada.blogspot.com.br. Pelo Dia Internacional da Mulher
MUITO OBRIGADO!!!

10 comentários:

Aleatoriamente disse...

Olá Carlos,
o texto é lindo!
Agradeço a homenagem a nós Mulheres.

Beijão

Lis Fernandes disse...

Lindo!!!!
Querido poeta, que homenagem maravilhosa!!!
Belíssima participação.
Amei, e agradeço de coração.
Levo o seu link para o meu blog.
Beijos e o meu carinho pra ti.

Anne Lieri disse...

Carlos,mas que maravilhoso texto em homenagem a mulher!Obrigada pela lembrança tão atenciosa!bjs,

Nádia Santos disse...

Que linda, delicada e sensível homenagem a mulher, obrigada, como mulher eu simplesmente adorei. Uma abraço e parabéns por sua participação na blogagem.
=> Gritos da alma
=> Meus contos
=> Só quadras

✿ chica disse...

Que linda homenagem e participação! Bom te ver! abração,chica

Élys disse...

Participando desta blogagem coletiva, cheguei até aqui.

Um belo poema, uma linda homenagem a mulher que deve ser reverenciada todos os dias.
Um abraço.

Secreta disse...

Belissima homenagem!
Só um poeta mesmo, para (nos) escrever assim :)
Beijito.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Carlos
A homenagem às mulheres não podia ser mais bela.
Abração

Só pra você disse...

Que linda homenagem a todas nós. Parabéns querido e venha me visitar.

Bjs


Auxiliadora RS

Estrela disse...

Ah,poeta!
Que linda homenagem!
Obrigada. Felicidades a você que reconhece, através de sua sensibilidade,A mulher em sua totalidade.