ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

quarta-feira, 18 de julho de 2012

3 comentários:

rosa-branca disse...

Assim é que é... um menino bonito. Tudo dentro do controle. Beijos com carinho

claudete disse...

ainda bem que estou diante de um ser totalmente controlado, rs, senão como trafegar no espaço aéreo controlado por você? Obrigada pela visita Carlos, estou realmente livre das amarras que me prendiam ao inusitado. É uma experiência única !abração.

Everson Russo disse...

Tesouro maior...riqueza infinita que conquistamos pela vida,,,e dizem que não escolhemos,,,eles nos escolhem,,,,isso é bom,,,abraços fraternos de bom final de semana pra ti meu amigo...sempre paz e poesias pra ti...