ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

sexta-feira, 13 de abril de 2012

QUEIXAS DO POETA À MUSA LUA ( VOLÚVEL)



Volúvel é o tempo com seus contratempos.
Volúvel é o sentimento que muda a todo momento.
Volúvel é o pensamento que parou de pensar porque pensou que não podia pensar.
Volúvel é o rio com suas águas turvas.
Volúvel é o vento que se perde na primeira curva
e não sabe se voltará furacão ou brisa.
Volúvel é a saudade que não tem hora precisa.
Volúveis são as estrelas que mudam de lugar
confundindo meu olhar,
Mas mais volúvel é a lua que muda de fase a cada semana,
ela pensa que me engana,
foi amar outro poeta por aí,
fiz dela tanto uma musa
ela chega, me abusa, me deixa aqui
e vai amar em outro céu.
Uma noite sem lua é um escuro véu.
Tudo tem início, meio e fim.
Se tudo é volúvel, imagine as pessoas,
mas nem tudo que é volúvel é ruim,
existem coisas volúveis que são boas,
assim como, o botãozinho que vira flor.
Volúvel, só não é o poeta
que sempre acredita no amor.

11 comentários:

MA FERREIRA disse...

Bom dia carlos.....digamos que tudo e transitorio...

Lindo seu poema....parabens!

bjs

Sonhadora disse...

Meu querido Carlos

não te iludas...o poeta é mesmo volúvel...anseia sempre mais que a lua...quer a imensidão do universo.
Bom...calo-me, digo apenas que como sempre adorei o teu poema.

Beijinhos e bom fim de semana
Sonhadora

Marilu disse...

Querido amigo, traído pela Lua, mas isso é um privilégio, nem todos tem a Lua como musa inspiradora. Lindo poema. Tenha um abençoado final de semana. Beijocas

Sandra disse...

Oi amigo, passei para deixar um grande abraço
Desejar a Você um lindo final de semana. E dizer que és um SER muito Especial para mim.
Amigos são perfumes que ficam nas mãos depois de oferecer as rosas da Alegria, Felicidades, Sucessos e Paz.
Obrigada pela Flor da nossa Amizade Verdadeira. Durante a semana fica impossivel retribuir os carinhos então, venho nos finais de semana.
Deixo um forte abraço e um beijo em seu coração.
Bom Final de Semana, Muita Luz, Paz e Harmonia. Até mais.
Carinhosamente,
Sandra

Everson Russo disse...

Muito belo amigo, esse poeta e essa lua se entendem bem, eles conhecem perfeitamente o silencio um do outro, já se envolveram em várias madrugadas...abraços de bom sábado pra ti amigo.

Carla Fernanda disse...

A inconstância da vida poetizada com estilo.
Beijos Carlos e bom final de semana!!

Anne Lieri disse...

Carlos,é verdade!O poeta é sempre fiel ao amor!Linda sua poesia!Sempre pego emprestado para postar no Recanto,mas ás vezes demora porque são muitas poesias por lá e não gosto de postar mais que duas por dia,senão ninguem lê!Bjs e bom final de semana!

Sandra Subtil disse...

A lua é traiçoeira, mas a sua beleza continua a exercer inspiração e magia nos corações que toca.
Beijinho, meu amigo

Everson Russo disse...

Um belo domingo e uma excelente semana pra ti meu amigo..abraços.

Vivian disse...

Bom dia,Carlos!!

Que belo poema,em?!
A isnpiração anda a mil por aqui!!
Beijos!Tudo de bom!

Smareis disse...

Poetizaste lindamente.
Poema digno de mestre!
A lua é a grande inspiração dos poeta.

Grande beijo e ótima semana.