ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

sábado, 16 de abril de 2016

CANÇÃO AGALOPADA - ZÉ RAMALHO.


ZÉ RAMALHO!
UM POETA, UM FILÓSOFO, UM CANTOR, UM COMPOSITOR, UM INSTRUMENTISTA, ENFIM, UM ARTISTA COMPLETO. COISA RARA NO BRASIL!

" O POETA INICIA SUA PRECE
PONTENDO EM CORDAS E LAMENTOS
ESCREVENDO SEUS NOVOS MANDAMENTOS
NA FRONTEIRA DE UM MUNDO ALUCINADO...".
=

" EU PREFIRO UM GALOPE SOBERANO
 À LOUCURA DO MUNDO ME ENTREGAR".

3 comentários:

Roselia Bezerra disse...

Boa Tarde, amigo Carlos!
A voz firme dele passa muita fé pra gente... gostei de ouvir seu vídeo de hoje ao inciar minha tarde...
Bjm muito fraterno

Cidália Ferreira disse...

Gostei de ler
Parabéns

Beijos

Coisas de Uma Vida 172

✿ chica disse...

Muito lindo!Ótimo domingo! abraços,chica