ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

terça-feira, 25 de novembro de 2014

DESENHANDO COM DEUS



Aquele tempo em que a gente desenhava no céu
deitados nas pedras sob o azul do imenso véu.
Coisa boa de brincar...
Incrível como parecia que nossos dedos chegavam lá,
e tocavam a tela.
Carneirinho, coelhinho,
barco à vela;
cada figura bela,
cada figura estranha.
O castelo virava montanha,
o avião virava disco voador,
qualquer nuvem desgarrada parecia uma flor,
uma águia, um colibri.
Tudo se transformava aos olhos meus.
Um dia eu pensei ter visto o rosto de Deus...
mas o que Deus estaria fazendo ali?... perguntei na minha criancice.
Foi aí que um anjo me disse:
- Ora, o céu é Dele,
mas Ele é tão bom que permite que a gente desenhe nele.
Confesso então um dos maiores segredos meus;
eu ainda gosto de brincar,
e vez em quando volto lá
para fazer uns desenhos com Deus.


( imagem gopixpic.com )

13 comentários:

✿ chica disse...

Coisa boa de ler, de brincar, de desenhar com Deus! Lindo! abraços,chica

Cidália Ferreira disse...

Belo titulo!
Linda poesia.. adorei

Beijinho e dia feliz

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Ivone disse...

Que lindo! Nossa, me trasportei a um mundo lindo e mágico, tens uma sensibilidade que me toca e comove!
Meu amigo e irmão de signo, jamais esquecerei que és um pisciano incorrigível!
Abraços bem apertados!

ॐ Shirley ॐ disse...

Quem jamais se deitou na grama para brincar com as nuvens?
Seu poema está cadenciado e gostoso com essas rimas inteligentes e na medida certa.
Carlos, um beijo!

LUCONI MARCIA MARIA disse...

Carlos estou encantada com teu poema, a desenhar com Deus, para Deus no céu infinito muito lindo isto, bjos Luconi

Helena disse...

Desenhar com Deus, desenhar para Deus, brincar com Deus... Só mesmo quem nunca esqueceu dentro de si a criança que um dia pintou o céu de magia pode continuar a ver Deus de forma tão bonita, tão expressiva, tão única!
Sorrisos e estrelas no teu caminhar.

Smareis disse...

Oi Beija-flor!
Tava com saudades! Depois que me ausentei do face a gente desencontrou , mais estou de volta. Daqui uns dias eu volto pra lá de novo rsrs... Fiquei de sorriso largo te ler la no meu blog. Adorei te ver por lá.
Foi um dos versos mais belo que li aqui. Acho que é um dos desenhos mais bonitos são os desenhos da nuvens, haja criatividade. Já deitei muito na grama pra observar desenhos no céu, isso é inesquecível.
Deixo um beijo e um punhado de sorriso!

ótima semana!

Vera Lúcia disse...


Olá Carlos,

Dei até um passeio pela minha infância. Adorava essa brincadeira! Até hoje, ao contemplar o céu, viajo nas nuvens, e nelas 'vejo' os mesmos desenhos da infância. Pura magia.

Lindo!

Abraço.

© Piedade Araújo Sol disse...

um poema que nos leva a um mundo de encantar...

:)

Maria da Graça Reis disse...

Voltei no tempo...
Abraços

Rô... disse...

oi Carlos,

adorei,
voltei no tempo e me lembrei dos meus tempos de menina...


beijinhos

Janaina Cruz disse...

Tão linda tua poesia Carlos, deu-me saudades de um tempo bom, tempo que também deitava no chão e ficava a imaginar desenho em nuvens.

Vez por outra é preciso vislumbrar o céu e conversar com Deus através dos desenhos que imaginamos.

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Carlos.
Que poesia boa de ler, emocionante.
Guardar a criança interior em nós, desenhar no céu, estar ao lado de Deus, são coisas necessárias e impagáveis.
Parabéns, amigo.
Tocou o meu coração.
Tenha um dia de paz.
Beijos na alma.