ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

sábado, 18 de janeiro de 2014

AOS PÉS DA LARANJEIRA


Estava eu num daqueles dias cinzentos,
vazio de pensamentos
sem ter para aonde ir,
sem nem saber se queria mesmo ir.
Aos pés da laranjeira, me sentei
ali mesmo, adormeci...
e com os versos mais lindos sonhei,
dormindo, um poema singelo eu escrevi.
E quando enfim acordei,
não estava mais vazio, nem frio
estava cheio de poesia, de euforia...
Foi assim então... que pela laranjeira me apaixonei.
E esse encontro, a natureza aprovou
a laranjeira também gostou,
toda vez que volto lá
para esse momento reviver
sinto seu cheiro doce no ar,
ela está repleta de flor,
é o jeito que ela tem de me dizer
que também gostou do meu amor.

============================

Meu momento "Meu Pé de Laranja Lima"

14 comentários:

Dorli disse...

Oi Carlos
Doce poesia.
Obrigada por gostar da minha loucura maquiavélica.
Daqui a alguns dias vou começar a escrever peças de teatros infantis lá no meu outro blog: Mundo dos Inocentes. Vá conhecê-lo.
Um beijo
Lua Singular

Marisa Giglio disse...

Delicadeza é uma constante na sua escrita , Carlos . Belo poema . Bom final de semana . Beijos

✿ chica disse...

Que lindo momento,Carlos.Adorei! abração,chica

ॐ Shirley ॐ disse...

A laranjeira captou suas vibrações e retribuiu...
Beijo, Carlos!

O tempo das maçãs disse...

A natureza sempre retribui o carinho com que é tratada dando o perfume das flores, a doçura dos frutos e aos poetas a inspiração.

Sempre belo te ler, Carlos.

Beijinho e bom fds.

Daniel Andre disse...

Boa noite grande poeta.

Parabéns pela linda poesia. É uma inocência, junto da natureza, e dos pés da laranjeira. Alias, é ótimo ter um contato bem intimo com a mãe natureza, afim de purificarmos a nossa alma, e fazer nascer novas ideias. Estou te seguindo.

Fique na paz,
Dan.
http://gagopoetico.blogspot.com.br

VANESSA LARANJEIRA disse...

Adorei... sempre bom encontrar um apoio, seja ele real, virtual, humano ou vegetal.... kkk

bjsss amigo, Lindo poema

Maria Luana disse...

Linda poesia parabéns.
Desculpa a invasão em seu espaço.
Encontrei seu link e entrei para dá uma olhadinha.
Adorei seus lindos poemas,e já estou ficando por aqui.
Espero que não fique chateado.
Um ótimo Domingo para ti.

Anne Lieri disse...

Que bonita essa poesia! Nada como escrever pra espantar todos os nossos fantasmas! Bjs e boa semaninha,

rosa-branca disse...

Olá amigo, Sempre delicioso de se ler. Beijos com carinho

Brisa Petala disse...

Amigo
desculpa a minha ausência ando seu vontade de escrever perdi uma pessoa que era uma amiga e uma mãe de coração . Ela faz um trabalho lindo ajudando as pessoas carentes sempre dando colo . Não esqueci os amigos. logo,logo que esta dor passar tento voltar. Um beijinho no teu coração.

Arione Torres disse...

Oi Carlos, momento precioso escrito com a alma.
Abraços e boa semana!

Ritinha disse...

Ah! esse seu jeito de deixar os sentimentos lhe levarem, é gostoso demais!
bjs
Ritinha

nelma ladeira disse...

Obrigada Carlos por seguir meu blog.
Adorei seu comentário,beijos.