ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

quarta-feira, 17 de abril de 2013

A NOVA VERSÃO DE "A BELA ADORMECIDA"


Olha eu aí reinventando historinhas e contos de fada, como fazia, quando não gostava do final ou achava incompleto
//////////

“Se é bela, não pode ficar adormecida”, foi o que pensou o Príncipe ao ver a linda Princesa adormecida, não só se privando da vida, mas privando o mundo de sua beleza. Sim, quem fez aquela maldade, não fez o mal somente a ela, mas ao mundo inteiro de poder contemplar toda a sua graciosidade, sua meiguice, seus encantos. E ele beijou-a. Beijou-a de forma profunda... fecunda. Demoradamente, sugando seus lábios como se fossem a fruta mais gostosa do mundo... e eram. Enfim ela acordou e viu os olhos dele contemplando os seus, sentiu sua respiração como um sopro de vida... não disse nada, apenas puxou-o mais uma vez e o beijou, gulosa e ansiosamente como uma princesa adormecida há anos. Ah... o beijo! O beijo é algo simplesmente mútuo, recíproco, energia indo e vindo de dois corpos em perfeita profusão, é o momento mais mágico do amor, é ela dizendo: “Sou sua!”. É ele dizendo: Sou seu!”. E ela despertou. Não somente do sono obrigado àquele leito, mas despertou para a vida, para o amor pleno, o amor para sempre. Ele que já se achava desperto, percebeu que nada mais era do que alguém cavalgando sem destino por aqueles reinos, mas agora não, agora ele via um horizonte, um destino correto a seguir, e com a Princesa agarrada à sua cintura, cavalgou para longe, para um lugar chamado REINO DA FELICIDADE. E nunca mais ela adormeceu, a não ser nos braços dele... ou mesmo de conchinha, sentindo-se segura por trás, e ouvindo aquelas coisinhas no pezinho do ouvido.

10 comentários:

Lis Fernandes disse...

Olá, querido poeta!!
Quando era criança não acreditava muito em conto de fadas, mas hoje em dia acredito mais. rsrs.
Acho que é porque gosto de pensar que finais felizes existam na vida real.
Linda e inspirada essa sua nova versão.
Adorei.
Beijos, amigo.
Lis

Maria da Graça Reis disse...

É a palavra do poeta em forma de conto de fadas.
Que bom que não abandonou o blog.
Um abraço

Kotta1947 disse...

Gostei mais deste final mais apaixonado e real historia verdadeira e não da carochinha.Abraço

Sônia Amorim disse...

Esses contos só fazem, nós simples mortais, a acreditar que ainda existem principes e que um belo dia chega com seu cavalo branco rsrs
essa versao da historia traz uma princesa gulosa e sedenta de amor rsrs beijos amigo e boa noite

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Carlos. Amigo, que lindo texto, emocionante. Eu que já sou e estou sensível entrei na história, rs.
O amor faz com que tudo ou alguém que esteja adormecido desperte do seu sono de muito tempo e acorde feliz, tenha a possibilidade de viver uma vida de encantos e amores.
Linda a sua versão.
Beijos na alma e fique na paz de um fim de semana feliz!

Estrela disse...

Olá, Carlos! Este final foi melhor do que o da história dos irmãos Grimms (acho que é assim que se escreve), ainda bem que a princesa acordou pra vida. Bjus!

Secreta disse...

Mas que bem, gostei muito desta tua versão de A Bela Adormecida ;)
Por vezes muitos de nós estamos "adormecidos" sem nos darmos conta...
Beijito.

Evanir disse...

Sabe aquele abraço bem gostoso??
Pois é esse que vim te deixar.
Aqui deixo meu imenso carinho
por você.
Que seja nossa amizade
a mais infinito que houver.
Uma Noite linda e abençoado.
Beijos no coração.
Carinhos na Alma.
Evanir.

Carla Milfont disse...

muito bom
da uma olhada no meu blog
acho q vc vai gostar


http://minhaartemisturadaempoesias.blogspot.com.br/

o mar e a brisa do prazer de aprender disse...

O amor sempre é reinventado. BJs