ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

O HOMEM DE NAZARÉ - ANTÔNIO MARCOS


GRANDE MÚSICA... GRANDE ANTÔNIO MARCOS.
ESSA É  UMA MÚSICA PARA CHORAR.

2 comentários:

Carla Fernanda disse...

Beija flor saudades docê docinho!!!
Uma alegria muiiito grande invadiu meu coração nesse natal!!!
Pude revivê-la aqui agora. Obrigada!!

Beijos

Brisa Petala disse...

OI AMIGO CARLOS
A Verdade é o caminho, o Bem é a ação, o Belo é o sentimento. Esta é a prática para ser Feliz. Usem-na, Feliz Ano Novo 2014!!