ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

HIPOCRISIA



Um dia um amigo me falou que não se importa com o que falam dele, mas em tempo corrigiu. “Não dou a mínima, é para pessoas do mal. Se uma pessoa do bem me der um conselho, uma sugestão, eu e dou muito valor. Eu não gosto é de hipócritas, gente cínica”. Eu também não.
Estávamos, ele, sua esposa e eu na frente de sua casa ouvindo umas músicas internacionais e umas mpb também, sempre fomos bem ecléticos, desde que dentro desse ecletismo tenha qualidade. Coisa ruim tem em todos os estilos.
Estava uma tarde bonita, sabadão, sol fraco. Numa dessas músicas, o refrão repetia muito a palavra sol, e esse amigo, de repente abriu os braços e começou a cantar olhando para o sol, acompanhando o disco. As pessoas que passavam e os vizinhos, começaram a rir dele. Ele parou por instantes e me disse. “Veja, Carlos que gente mais idiota. Aposto que estão dizendo que estou bêbado, sendo que tomamos só uma cerveja. As pessoas não podem ver a gente feliz. O que tem demais eu cantar? Vou voltar essa música quinhentas vezes e vou cantar até eles saírem das janelas”. Não foram quinhentas repetições, mas umas vinte foram. E ele cantava alto, tem voz forte e afinada, e é um exímio tocador de violão.
Quando tudo terminou, lembrei uma estorinha do Pateta, que eu sempre comparava com ele, pelo jeitão simplório e despreocupado do personagem. Um dia, Pateta, desligado que é, saiu às ruas com uma meia azul e outra vermelha. Por onde passava, as pessoas riam dele disfarçadamente, ou tentavam disfarçar. Sentindo-se incomodado ele subiu no banco da praça e fez um discurso mais ou menos assim: “Hoje por um mero descuido ou por estar sonolento, saí de meias trocadas, mas não deixei por isso, de ser eu mesmo. Tentei tomar um café na padaria, mas não pude... porque estou de meias trocadas. Tentei cumprimentar pessoas, fazer novos amigos, mas não pude... porque estou de meias trocadas”. Sempre enfatizando a expressão “meias trocadas”. E continuou, a praça foi ficando lotada “Estão rindo de mim por causa das meias trocadas, mas alguém se preocupou comigo, com minha pessoa? Se estou passando bem, se tenho algum problema? Como foi minha noite? Se preciso de algo? Alguém me deu bom dia? O que um par de meias pode alterar no valor de uma pessoa? Será que as pessoas que riram das minhas meias trocadas cuidam bem de suas vidas? Será que não há algo mais importante nessa sociedade do que umas simples meias trocadas?”. Falou mais algumas coisas e encerrou. “Vocês além de tudo estão mal informados. Não sabem que lá no país ............( citou um pais fictício), essa é a última moda? Pois sim. Lá eles usam uma meia de cada cor”. E retirou-se deixando uma platéia entre curiosa, boquiaberta e envergonhada.
No dia seguinte, Pateta levantou-se, agora atento, com muito cuidado calçou as meias certas, e saiu às ruas, e para seu espanto... o que viu?
Todas as pessoas estavam de meias trocadas, menos ele. Depois do susto, no último quadrinho, Pateta abriu os braços, com as mãos espalmadas, como quem diz: “Fazer o quê?”. Ou. “Será que estou errado de novo?”. Quando terminei, o amigo comentou. “É, Carlos. Você não existe. Sempre com suas tiradas. Filosofia em quadrinhos. Agora fiquei fã do Pateta. Eles eram hipócritas e continuaram hipócritas. Passaram a usar as meias trocadas só porque alguém disse que era bonito, que era moda sei lá onde. Sem personalidade, próprio mesmo dos hipócritas”. Não concordei muito e falei. “Sou otimista e penso que talvez eles deixaram de ser convencionais, deixaram de ser chatos”. Ele rebateu.”Vou discordar do meu amigão, coisa rara entre nós dois. Ainda fico com minha opinião. Eles são é idiotas mesmo. Mas isso também é um problema deles, não é? ”.

19 comentários:

Cristina disse...

Un relato muy interesante. Te dejo un abrazo y te deseo un hermoso fin de semana Carlos!

Orvalho do Céu disse...

Olá, Carlos
Quando li o título vim dar uma olhada em seguida... só podia ser algo bom!!!
É um tempo gasto com o inútil (fofocar sobre a vida alheia)l no meu ponto de vista... mas há quem se presta a esse tipo de coisa... Tem tempo sobrando, creio eu...
Com tanta coisa a se fazer dentro ou fora de nós... é perder o tempo dado pelo Tempo... que lástima!!!
Deus te cubra de bênçãos e te faça feliz!!!
Abraços fraternos e festivos de paz

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Olá Carlos,

Adorei sua postagem!!!

Olha, vou te falar a verdade......a maioria destas pessoas que passavam e olhavam para o seu amigo cantando de forma tão livre, leve e solto......assim como os vizinhos, tenho certeza e boto fé, que lá no íntimo, estavam todos louquinhos para fazer o mesmo.....rsrsrsssss......apenas não tem coragem e não se assumem.
É que as pessoas se engessaram tanto, pagando uma imagem que nem sei para quem é?.....que um simples ato de “andar com as meias trocadas”, vira um verdadeiro atentado!
Realmente a hipocrisia rola solta entre muitos relacionamentos (amizade, a dois, profissional, etc...), porque o mundo se tornou tão visual, que a imagem das pessoas é que falam quem elas são.....assim como serem politicamente corretas.
Mas estamos numa época de mudanças e transformações, embora muito sutil, apenas as pessoas mais sensíveis conseguem perceber.
E muita coisa está caindo por terra, e quanto mais nos respeitarmos e principalmente nos aceitarmos independente do que olhem ou digam, precisamos nos assumir plenamente.
A Liberdade de Ser é muito Maior do que estes “pequenos” detalhes ilusórios da matéria.

Um grande abraço de Luz!!!!


p.s.= Obrigada por sua presença lá no “Essência”, serás sempre bem vindo!!!
Beijossssss

MARIA DA GRAÇA REIS disse...

Olá,amigo!
Muito interessante a sua postagem...
Gostaria de saber notícias da sua mãe.Vc não falou mais nada a respeito da saúde dela.Fico aguardando notícias.
Tenho enviado mensagens(slides) Para vc e têm sido muitos...
Mas são todos muito bons e fico com pena de não enviá-los para vc.
Caso não queira mais que eu os envie,avise-me.
Um lindo final de semana para vc e todos os seus.

✿ chica disse...

Lindo relato do teu amigo e dá pra pensar!!Hipocrisia ninguém aguenta!! abraços,lindo fds!chica

BRISA disse...

Querido amigo
Se assim o posso chamar. Vc se referiu a respeito das letrinhas? Aonde tem esta letrinhas? E como posso remove-las?
Meu muito obrigada pela dica.Ja estou seguindo vc.
Um feliz fim de semana.
Ana Briaa

Anne Lieri disse...

Carlos,aqui em casa nós brincamos quando aparece uma pessoa desse jeito,fofocando da vida alheia.Dizemos que vamos dar um gato prá ela,assim ela vai cuidar das 7 vidas dele e deixar a nossa em paz!...rss...excelente texto e adorei seu amigo tb!bjs e bom final de semana!

Emoções! disse...

Oi poeta Carlos
já o sigo por FRAGMENTOS MEUS
e agora por este aqui,
te espero neles também.
Um cheiro
Eu! Leilinha

Vera Lúcia disse...


Olá Carlos,

Gostei da bem humorada crônica.

Pelo visto, o Pateta não tem nada de pateta (rsrs).
O mundo esta cheio de pessoas assim, que não têm opinião própria (tipo "Maria vai com as outras). Rir de meias trocadas ou de seu amigo cantando alto acho até aceitável, desde que não haja maldade. Pior é ser cínico e hipócrita no real sentido das palavras. Isto, sim, seria repugnante.

Grande abraço e ótimo final de semana.

Arione Torres disse...

Oi amiga, passando para lhe desejar umaótima semana, bjs

Arione Torres disse...

Carlos, mil desculpas, comentei no lugar errado kkk
Tenha uma ótima semana, gostei muito do post, adorei a imagem, gosto muito do pateta, abraços

Zilani Célia disse...

OI CARLOS!
SEU AMIGO ALÉM DE BOA GENTE É UM SÁBIO, NUNCA SERÁ POSSÍVEL AGRADAR A TODOS, JULGAR? QUEM SOMOS NÓS PARA FAZÊ-LO, ENTÃO CADA UM QUE VIVA COMO QUISER E PRONTO...
ABRÇS

zilanicelia.blogspot.com.br/
Click AQUI

MARILENE disse...

Seu otimismo foi encantador, mas confesso que pensaria como seu amigo (rss).
Quando ele cantou, certamente sua felicidade não agradou aos demais, por isso o olhavam e comentavam. E muitos deveriam é estar com vontade de se juntar a vocês. Bjs.

LUCONI disse...

Adorei isto,excelente, hipocrisia é algo para mim asqueroso,ninguém v^d o lado bom das coisas sempre procuram ver o pior como se eles fossem perfeitos, beijos Luconi

Lorena Viana, disse...

Carlos, se tem um assuntinho que me causa enojamento, enjoo é esse.
Ficou impressionada, super triste em saber que ainda existe gente que passa o tempo olhando para a grama do vizinho, levando a vida de outra pessoa, sem almejar nada bom a sua;
Já encontrei com um grupinho que passa o tempo falando das pessoas, fiquei tão desapontada, com uma angústia dentro de mim, que depois daí prometi a mim mesma, que não chegaria perto de pessoas assim.
Beijinho carregado carinho!
Uma semana maravilhosa.
Lorena Viana

BRISA disse...

Boa Tarde
Menino Carlos
Amigo muito grata pela dica. Agora me faça um favor entre no meu blog e veja se melhorou por favor. Fiz como vc me ensinou. Um terça feira maravilhosa para vc. Um abraço.
Ana Brisa

Lorena Lima disse...

Hahahahaha... A hipocrisia é assim mesmo, terrivelmente grotesca. Nociva à existência da mesma.

Lorena Lima disse...

Hahahahaha... A hipocrisia é assim mesmo, terrivelmente grotesca. Nociva à existência da mesma.

Carla Fernanda disse...

Carlos bom dia!!

O Pateta é mesmo uma figura. Adoroo!! Deixemos que falem os hipócritas e preocupemos em viver bem e feliz.

Beijos e boa semana!!