ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

sexta-feira, 9 de março de 2018

NUNCA MAIS VOU NAMORAR A LUA!


Senhorita Lua, não me olhe assim. Por que está a me cortejar? Fica no alto desse imenso céu, vestida de branco parecendo uma noiva, piscando para mim. Eu não quero namorar com você. Não, não é por causa de suas fases, eu sei que é inconstante, tem dia que está cheia, resplandecente, no outro dia está minguante, mas não é por isso, isso é normal numa alma feminina. Confesso que eu também tenho dias assim. Eu não quero namorar você porque você é a musa de todos, e eu não vou saber conviver com a ideia de que outros vão ficar olhando para você, ainda mais que você é tão linda, suspensa no céu para todo mundo ver. Acha que vou suportar seresteiros cantando aquelas canções românticas se declarando a você? Eu já estou sabendo que milhares de poetas já lhe fizeram poemas. Os cantadores, os compositores. Até os pintores... você é a Mona Lisa de todos os pintores. Os navegantes em alto mar se deleitam de sua luz. Os boêmios que parecem não querer nada com nada, cambaleiam pelas ruas, ficam lhe paquerando como se você fosse uma amada amante noturna. Os insones, na falta de companhia é com você que vão se consolar, como se seu colo fosse um divã para os solitários. Até os astronautas... esses são piores porque chegam aí bem pertinho, fincam até bandeiras no seu coração, como se fossem donos de você. Só teria um jeito de a gente namorar: se eu pudesse esconder você. Mas seria muito egoísmo, não é? Não, Senhorita Lua, reconheço sua beleza, mas eu não quero namorar você... porque eu tenho ciúmes. Mas, de vez em quando venha me ver... porque de todos os apaixonados, eu sou o que mais ama você.
=
( imagem lecocq.wordpress.com – google )

12 comentários:

✿ chica disse...

Adorei teu bate papo com a D.Lua,encantadora! abração,chica

Cidália Ferreira disse...

Boa tarde Carlos!

Fabuloso texto! Amei.


Beijo. Bom fim de semana.

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Amei o texto Carlos,mas a Lua é assim,a musa dos poetas e admirada por todos!
É linda e fascinante,conquista com seu luar os enamorados nos momentos de amar.
Bjs,obrigada pela visita e um ótimo final de semana.
Carmen Lúcia.

Alegria de Viver disse...

OI Carlos,
Gostei de ler este texto, a lua é linda insinuante e sedutora, é eterna namorada dos poetas e demais artistas. sua inspiração veio forte e bela!
Grata pelas felicitações pelo dia de ontem lá no blog!
Bj de luz no coração!

Ivone disse...

Que lindo seu poema/prosa, bela declaração de amor à linda Lua, sim, não há nenhuma alma feminina tão bela, Lua e seu luar!
Amei ler querido amigo poeta!
Abraços apertados!

Gil António disse...

A Lua como inspiração. Gostei desse diálogo.
.
Querendo ler é só clicar.
* Fogo de Amor: O Infinito da Mélica Ternura *
.
Votos de um dia feliz

lua singular disse...

Que lindo poeta o que disse a Lua
Dividir um amor é errado, mas deixa ela apenas paquerar que não faz mal a ninguém.
Eu sou amiga da Lua há muito tempo
Ela ama você
Beijos
Lua Singular

Smareis disse...

Fascinante poema. A lua é a inspiração dos escritores, faz o sentimento libertar o amor.
Um ótimo fim de semana!
Um abraço, e um sorriso!
Blog da Smareis

Marisa Giglio disse...

Carlos , a Lua deve ter chorado de emoção com suas palavras . Adorei o texto . Beijos

Vivian Fernandes disse...

Que texto rico, Carlos!!
Belíssima escolha de palavras.
Uma "declaração" indireta e inspiradíssima para a Lua!
Um abraço!

Lia Noronha disse...

A lua é mesmo apaixonante...musa inspiradora d e muito poetas e abrigo para corações solitários que sempre a encontram por mais escuras que sejam as noites.
Gostei bastante do seu espaço.
abraços meus.

Cidália Ferreira disse...

Bom dia Poeta!
Soberbo texto!!

Especial : Recordação em aroma de alfazema. [Poetizando]

Beijinhos. Bom Sábado de Aleluia